Diário da Argentina (20 a 25/05/2014)

25/05/2014 19:07

Trajeto: Colón - Villa Elisa - Villa Carlos Paes - San Luis - Los Andes(Chile)

 

Dia 20 (Paysandú-Uruguai - Colón-Argentina)

Para saber mais sobre este dia veja em Diário do Uruguai.

...Paramos no dutyfree e compramos uma bota pra mim e um casaco pro Toninho e ganhamos um ferro de brinde!

Uma curiosidade sobre Colón: a reportagem do dia em uma rádio local foi: prenderam três pessoas por jogarem lixo fora das lixeiras!!! Eles tem uma lei que proíbe jogar lixo fora das lixeiras e a polícia, se flagra esses delitos, prende!  E as pessoas precisam prestar serviços comunitários para pagar a pena! Achamos o máximo!

Passamos na loja de materiais de segurança para comprar as fitas solicitadas pela polícia na Argentina. Tem uma na rua principal no centro. Seguimos para o  Camping Piedras Coloradas , em Colón, debaixo de chuva. A cidade parecia estar debaixo de chuva há alguns dias, pois muitas ruas estavam alagadas!

O camping tem uma boa estrutura com energia e água, banhos quentes, por um bom preço, e fica aberto todo o ano! Arrumamos um lugar para a Master, nos instalamos, fizemos um arroz com salada e um omelete delicioso!! Estávamos famintos pois tocamos direto!

Graças a Deus, apesar do clima, chegamos bem!

 

Dia 21

Acordamos e ficamos na cama esperando diminuir a chuva. Levantamos, arrumamos tudo e resolvemos seguir, pois o clima no local não dava sinais de melhora.

Fomos até a Villa Elisa, debaixo de muita chuva! Chegamos à cidade 13h30min h e tudo estava fechado! Nas Informações turísticas fomos informados que só comércio local só abriria as 16h00min, pois estavam na hora da cesta!

Procuramos um mercado que estava aberto, compramos o que precisávamos e fomos procurar as Termas de Villa Elisa! Indicação do Franz e da Emi.

Chegando as Termas, achamos muito caro! Na verdade, pagamos quase quatro vezes o valor pago no camping anterior! Mas, estava chovendo muito para seguir, o camping municipal estava fechado, e para ficarmos num posto precisávamos ou seguir para a Ruta ou voltar. Estávamos cansados e resolvemos ficar por uma noite pelo menos!

Este foi um dia triste, mas sabemos que o clima chuvoso colabora! Fiz uma massa, comemos e resolvemos deitar um pouco! Acordamos as 19h, lanchamos e fomos aproveitar os banhos termais, já que estamos pagando, e muito, para estar aqui! Mas foi bom, pois aquecemos e aproveitarmos para relaxar. Depois, usamos os banheiros, com ótimas duchas! Uma curiosidade é que só casais da melhor idade estavam utilizando as piscinas! Pelo menos as que passamos e na que ficamos!

O lugar deve ser lindo em dias de sol. É gigante com seis piscinas, funcionam todo o ano e o movimento, mesmo com chuva e frio é grande! Tinham mais seis motorhomes da argentina estacionados!

Nós compartilhamos que, por causa de nossa proposta, o valor pago aqui nos incomodou bastante! Nos sugeriram ficar dois dias, mas resolvemos sair bem cedo!

 

Dia 22

Acordamos as 7:30 h. Choveu toda a noite, e a chuva não dava sinais de dar uma trégua! Levantamos arrumamos tudo e saímos as 08h30min.

Tínhamos planos de seguir direto até Santa Fé, mas como chegamos a Santa Fé as 11h30min, resolvemos seguir até Villa Carlos Paz.

Passamos por um túnel de aproximadamente 3 km de extensão, por debaixo do rio Paraná. Ao sairmos, começamos a entender porque esta região se chama Entre Rios! Vimos ao nosso redor e no GPS que estávamos rodeados de rios. Esta é uma região de muitas pontes!

Passamos por diversas cidades, todas com a mesma característica: uma região agrícola, rica, mas ao mesmo tempo muito simples.

Paramos ás 16h em El Fuertecito, para um café com medialunas delicioso!

A paisagem muda completamente quando entramos em Córdoba! Uma cidade grande e estruturada, capital da província de Córdoba! Contornamos Córdoba e continuamos até o ACA complexo Turístico logo na entrada de Villa Carlos Paz! Uma cidade com montanhas no inicio da serra, muito aconchegante e bonita!

Chegamos às 18h30min, em um lugar que também foi indicação do Franz!

É lindo, enorme, fica as margens de um lago que de dia deve ser maravilhoso e tem uma ótima estrutura e preços melhores ainda!

Nos instalamos,  e ficamos com o camping todo para nós!

Rodamos hoje 640 km, mas foi um dia muito bom e valeu a pena! Pegamos vento sul a viagem toda, o que aumentou o consumo do carro, fazendo o gasto subir de 10,5km/litro para 8,5 km /litro, mas não pegamos chuva, e o sol, mesmo entre nuvens nos acompanhou quase toda à tarde!

Jantamos uma massa com vinho, jogamos umas partidas de sequence e fomos dormir! A previsão era de 0 grau à noite! 

 

Dia 23

Acordamos as 7h, completamente escuro! O sol nasce perto das 9h somente, então, ficamos na cama até o sol nascer!

A noite foi tranquila! Usamos nosso aquecedor no mínimo e foi suficiente!

O dia amanheceu encoberto, com um sol tímido! Levantamos, tomamos café, o Toninho usou as duchas do local e falou que são boas e quentes!

Ajeitamos a Master, juntamos as roupas sujas e saímos a pé! Fomos á procura de um Lavadero (lavanderia) na cidade! Andamos umas 9 quadras e achamos!

Retornamos ao ACA já era meio dia, e fomos encontrar um lugar para esvaziar a água servida. Nesta buscai encontramos um local lindo! Pasto verde com árvores diversas, com vista para um lago maravilhoso! Estacionamos, pegamos nossas cadeiras e ali ficamos até 15h!

Meditamos, ficamos olhando o lago, os pássaros, diversos! Lembramos da Miriam!!! Muitos periquitos, pica-pau, e muitos outros! Foi um tempo muito, muito bom! O sol completou a paisagem!

Aproveitamos abrir o carro, colocar cobertas e travesseiros no sol!

Depois fomos para a recepção usar a internet e poder atualizar algumas informações!

Final da tarde fomos buscar as roupas,  e fomos fazer um tour pela Costanera! Lotada num final de tarde de sexta-feira.  Na volta passamos no mercado e paramos na recepção para acessar internet antes de entrar no complexo.

Este foi um momento difícil, onde o Toninho foi acometido de muitas saudades! Um desejo grande de voltar! Ficamos juntos no carro orando, chorando e conversando por mais de uma hora, até amenizar a dor da saudade!

Tomamos um chá e fomos deitar!

O dia foi perfeito! Deus é bom demais! Sabemos que o novo, o desconhecido nos traz inseguranças e,  em nosso caso, a distância faz a saudade parecer insuportável, pois tão temos o toque e a presença para amenizar, mas estamos vivendo um sonho, e o Senhor tem nos dado tantas palavras confirmando estar conosco! Não podemos desistir!

 

Dia 24

Acordamos as 8h, temperatura em torno de 6 graus, e ainda está escuro aqui. Aguardamos o dia clarear, meditando juntos na palavra, louvando e orando a Deus!

Resolvemos seguir viagem em direção a San Luis. Arrumamos tudo, tomamos café e saímos em direção a Mina Clavero. Passamos por uma serra de 2234 mt de altitude, com lugares maravilhosos. Paramos inúmeras vezes para olhar, fotografar, curtir... Ali visualizamos um grupo de condores, pássaro comum nesta região!

Chegamos a Mina Clavero as 13h, paramos para abastecer e resolvemos almoçar num restaurantezinho, muito aconchegante, ao lado do posto.

Pedimos Lomo e pollo a la Napolitana com purê de papas e sobrou comida para a janta!!!

Seguimos passando por diversas cidadezinhas até Villa Dolores e resolvemos continuar até San Luis. A estrada estava com pouco movimento, uma reta de 100 km, com um dia lindo de sol e temperatura agradável.

Chegamos a San Luis final da tarde e estávamos conversando sobre onde poderíamos dormir, quando ouvimos buzinas de uma pick-up ao nosso lado. O motorista se apresentou como viajante e nos perguntou se precisávamos de alguma ajuda.

Falamos sobre local pra ficar e ele nos indicou, nos levando até o local! Um posto na Ruta 7. Fomos muito bem recebidos, nos despedimos dele (detalhes em Pessoas Especiais), nos instalamos, fomos baixar fotos e vídeos, atualizar informações na net e dormir.

Quando estávamos deitados apareceu o segurança do posto nos avisando que precisávamos sair até as 7 h do dia seguinte!!! 

Pensa! O dia aqui amanhece perto das 9 h, só! Ficamos um pouco chateados, mas o cansaço nos venceu e dormimos confiando na direção de Deus!

 

Dia 25 (Mendoza - Hijuellas/Chile)

Acordamos antes das 7h, noite ainda, mas decidimos levantar e seguir, e tomar café em um outro lugar!

Vimos o dia nascer e paramos no Posto La Mula.  Fiz café e tomamos com um nascer do sol lindo!

O Toninho tomou banho e as duchas eram ótimas! Depois ele conversou com caminhoneiros  chilenos que seguiam para Santiago e nos aconselharam atravessar para Los Andes hoje pois a previsão para amanhã é de chuva e teríamos que esperar o tempo melhorar. 

Íamos ficar em Mendoza, mas resolvemos seguir o conselho!

Foi maravilhoso! A vista da cordilheira, todo o trajeto até a subida, tudo!

Já tínhamos feito este trajeto no verão, mas em um dia com chuva e fechado! Fazer este trajeto com sol, não tem preço!!! Rimos, choramos, paramos diversas vezes!!! Levamos sete horas pra chegar até a entrada do Parque Aconcagua! Mas valeu a pena! Caminhamos uns 1500 mt até um lago congelado! Ver o Aconcagua é maravilhoso!

Voltamos, pois tínhamos que passar na Aduana e descer Los Caracoles, e de preferência não muito noite! Plano inicial frustrado pois, ficamos duas horas na Aduana! Uma fila enorme, trâmites e mais trâmites! Perdemos o por do sol, mas deu tudo certo, e ainda descemos Los Caracoles a noite! Foi uma experiência emocionante...

Leia mais em Diário do Chile.