Uruguai - Trajeto II - Fraybentos a Chuy - 14/04 a 02/05

01/06/2016 13:26

Trajeto II: Fraybentos - Mercedes - Canelones - Montevideo - Canelones - Punta del este - Chuy

 

14/04 -Mercedes

Adentramos o Uruguai e novamente aquela mistura de sentimentos nos invadiu. Amamos o Uruguai mas deixar a Argentina nos sinaliza retorno é isso nos deixou apreensivos. Passamos no mercado em Fraybentos e resolvemos seguir até Mercedes onde dormimos no Posto Ancap.

 
15/04 - Canelones - Tornado em Dolores, um livramento.

Acordamos e o dia chuvoso nos fez ficar paramos até mais tarde.

Seguimos em direção a Canelones onde nos esperam nosso amigos Gaston & Elizabeth.

Viajamos debaixo de uma chuva torrencial com ventos fortes e passando por diversas áreas alagadas, encontramos o Uruguai vivendo dias difíceis devido as condições climáticas.

Na entrada em direção a Colonia de Sacramento, Toninho passou direto e questionei por que não iriamos lá? Ele disse que achava que deveríamos ir reto.

Passamos por San José de Mayo, uma cidade muito simpática, e prometemos voltar lá depois.

Chegamos a Canelones e fomos ao encontro dos nossos amigos franceses. Os encontramos estacionados no Parque José Artigas. Foi uma alegria! Passamos horas conversando!

Quando voltamos ao Valente fomos assistir ao jornal e soubemos que teve um tornado em Dolores esta tarde! Aì entendemos o motivo de tanto vento e chuva na estrada e louvamos a Deus pelo livramemto pois, se tivessemos ido a Colonia de Sacramento, teriamos passado no local bem na hora!

 

16/04 - Canelones -  Matando as Saudades com Gaston & Elizabeth

 

Passamos o dia com eles. quando a chuva dei trégua fomos juntos ao centro, ao mercado, a uma lanhouse e voltamos para os carros.

Nós almoçamos um frango delicioso preparado por eles, com direito a uma sobremesa de baunilha maravilhosa que ela faz com creme de avelas. Ah a comida francesa! Simplesmente “fantastique”, como diz o Gastón.

Assim passamos o dia. conversando e colocando as novidades em dia.

O Gaston não esta bem de saúde e por isso, mesmo contra a vontade deles, estão voltando para a Franca de navio. O navio parte final do mês. Encontramos nossos amigos tristes pois amam viver na América do Sul e pensaram que ficariam por aqui muitos anos.São amigos especiais, que aprendemos a amar. decidimos ficar com eles até embarcarem.

 

 

 

17/04 - Passeio a Montevideo

Como o dia amanheceu chovendo e decidimos ficar por aqui até final do mês, resolvemos ir a Montevideo e visitar nossos amigos Francisco & Lorena, que 

Fomos a Montevideo, que fica a 60 km de Canelones, debaixo de muita chuva e resolvemos ir ao Shopping. Já não lembrávamos quantos meses não entravamos num shopping.

Nós passeamos por todos os andares no Punta Carretas, e comentei com Toninho que a melhor conquista destes dois anos vivendo em uma casa rodante e poder caminhar olhando tudo e sem vontade de comprar nada! Pode parecer pouco, mas para uma compradora compulsiva como eu era quando nos casamos, isso è um milagre!

Resolvemos ir ao cinema, depois fomos dormir na Marina. Como o mar estava agitado com ondas muito altas, estacionamentos numa rua paralela protegidos por um muro do vento.

Lá por meia noite, começou um som tecno alto e insuportável. estacionamos ao lado de um restaurante e logo desconfiamos que deve ter uma boate ou uma festa por ali.

Resistimos ate uma três da manha. mas impossível dormir, fomos até um outro estacionamento próximo, no Buceo. Ali conseguimos dormir tranquilos.

 

18 a 20/04 - Visita a Francisco e Lorena em Canelones 


Chegamos a casa dos nossos amigos Francisco e Lorena na hora do almoço e eles já nos aguardavam!

Conhecemos este precioso casal em 2010, e hoje são amigos mais que especiais! Ele pastor e ela Psicóloga, fazem um trabalho lindo na região. São irmãos preciosos!

Amamos conversar com eles e tocar e cantar juntos!

E assim foram esses dias. Compartilhamos as refeiçoes, tocamos, cantamos, assistimos filmes, trocamos experiencias!

São pessoas preciosas que levamos conosco sempre na memoria e coração.

Nos despedimos com a promessa de voltar a visitá-los. Quem sabe na próxima viagem.


 

20 a 29/04 - Últimos dias com Gastón e Elizabeth
 

Retornamos ao estacionamento em Canelones para encontrar Gaston & Elizabeth e os encontramos em outro local devido as cheias provocadas pela grande quantidade de chuva na região.

Tinhamos combinado visitar San José de Mayo mas soubemos que estava em baixo de água. 

Tivemos que ficar por ali mesmo. Ficamos juntos ainda dez dias. e estes dez dias foram muito especiais!

Eles são os francesas mais simpaticos que encontramos em toda nossa viagem. São apaixonado pela América do Sul, por nossas culturas, por nossa gente! Amam o simples e  conversar. Eles conhecem muitos lugares no mundo, mas se pudesse, passaria muitos anos viajando por aqui! Tinham planos de voltar ao Brasil para mais tres meses! 

Passamos mais de uma semana junto com este casal; ambos cozinham fantasticamente e o conhecimento e a graça com o qual compartilham, nos fazem ficar horas conversando! Foram muitas refeiçoes, caminhadas, cantorias, jogos, muitas, muitas conversas sobre a vida, sobre viagens, sobre sonhos, sobre Deus…

 

Eles aguardam o navio que os leva de volta a Franca. O Gastón não esta bem de saúde e precisa retornar. Os sentimos tristes, ansiosos, por não querer voltar a França. Mas confiamos que Deus tem seus planos e compartilhamos isso com eles!

Dia 28 seguimos juntos para Montevideo, onde estacionamos no Farol.  E 29/04 os deixamos com outros franceses que também estão a espera do navio. Eles devem partir amanhã.

A despedida foi difícil, como imaginamos que seria! Nos abraçamos, choramos juntos e oramos juntos, pedindo a Deus que cuide dos dois na viagem, que cure a vida do Gastón e que nos permita um reencontro por este, tão grande e, ao mesmo tempo, tão pequeno mundo que vivemos!  

 

 

29/04  a 02/05 - Punta del Este

Depois de nos despedirmos, seguimos para Punta del Este. Este lugar mágico para nós!

Ali, em dezembro de 2010 iniciávamos com Carlos e Miriam uma viagem que mudaria nossas vidas. Ali conhecemos Gerson Cascatinha, a família Thume, o Yguacu Paraná, o Larangera, e tantos outros que nos inspiraram.

Estacionamos na costanera, proximo a entrada para a praia.

Visitamos a Punta ballena e ali assistimos ao por do sol. O memos local que nos encantou e onde sonhamos juntos e fizemos, diante de Deus, planos e promessas de viver cada um deles!

Estes dias aqui nos fazem refletir em tudo o que vivemos e agradecer por cada experiencia, pelas pessoas incríveis que conhecemos, por todos os preciosos amigos feitos, tantos lugares lindos e inesquecíveis conhecidos, todas culturas vividas, por cada um dos milagres presenciados, e por tantas, e tão preciosas, lições aprendidas.

Nos dias seguinte dormimos no estacionamento em frente ao monumento Las Manos.

Fomos até Chuy, cruzando a fronteira do Uruguai com o Brasil e deixando no retrovisor imagens e lembrancas dos dois melhores anos de nossas vidas!

Nossos recursos se esgotaram e nos trouxeram até aqui. Dois anos em uma casa rodante Rodando pelas Américas!

Retornamos ao Brasil certos de que uma nova fase inicia e que muitas surpresas nos aguardam.

E estamos nesta doce expectativa.