Sobre nós

Antonio Ribeiro (Toninho)                       

Olá, falar sobre mim não é uma tarefa fácil, mas vou tentar.
Meu nome é Antonio Carlos Ribeiro Neto, mas todos me chamam de Toninho. Estou atualmente com 43 anos. 
Músico por paixão, não por profissão, técnico de som por necessidade e amor, não por formação; sou graduado em Administração e Marketing. Trabalhei na Indústria Farmacêutica por 15 anos, decidi que precisava de mudança; precisava fazer algo diferente, fazer algo que estava no meu coração. Como dizem: `se você faz o que gosta, isso não é trabalho`. Se eu puder ganhar para isso, melhor ainda! Cada vez que perguntam o que eu mais gosto de fazer? Não sei. Acho que ainda não tenho a reposta. Um amigo me falou que em uma pesquisa, quando se pergunta o que você quer ser quando crescer, as pessoas respondem as mais diversas profissões rentáveis, como: médico, engenheiro, advogado... Mas se a escolha não envolver dinheiro, então as pessoas vão para outro lado... viajar, andar de skate, pintar, cantar etc... Mas deveríamos poder fazer o que realmente gostamos. 
Bem, desde criança sempre sonhei em sair pelo mundo... Pegar minha bicicleta e sair por uma estrada  para ver aonde vai dar, ou sair à pé em linha reta até cansar, coisas desse tipo. Mas o casamento, o trabalho, a sociedade, família, tudo conspira para que você não faça essa “loucura de sair mundo afora”. Só que chega um dia que você tem que ir atrás do seu sonho. Já casei, já trabalhei, já construí, já vendi, já comprei, já perdi e já ganhei.
Eu gosto de ser feliz, gosto de me desafiar vencendo meus medos, e confesso que sou bem medroso! Mas dizem que sou determinado. E realmente penso 500 mil vezes, leio, planejo e só então decido. Não importa o tempo, vou conseguir.
Nos meus 43 anos já deu para viver um pouco. Penso que se a expectativa de vida do homem é de 80 anos, então estou na metade. E é hora de fazer algo por mim! Depois, vamos ver o que vai acontecer nos próximos 40 anos. Fazer esta viagem depois de me aposentar? Será que vou me aposentar? Será que estarei vivo para me aposentar?
Eu não entendo de mecânica, nem fui escoteiro, e nem tive um pai que me levasse para pescar ou fazer esportes radicais. Não vim de família rica e não sou rico. Mas tenho um Deus tremendo que enviou Seu filho para morrer em meu lugar e me dar vida. 
Por um bom tempo pensei que minha vida estava restrita a um lugar apenas, mas depois descobri que o mundo não se resume a um bairro, uma cidade e/ou a um país, mas muito mais do que isso. E descobri que tudo é possível ao que crê.
Sendo assim, a partir de agora, vou correr atrás do meu sonho e fazer aquilo que amo fazer. Não vou ser um músico famoso! Mas, ao lado da minha amada esposa que, corajosamente decidiu seguir comigo há 23 anos para onde eu for, no que for fazer  e onde repousar, eu estou seguindo. E juntos vamos nos conhecer mais ainda, e descobrir mais de Deus, por onde Ele nos levar. 
Nós iniciamos o projeto, traçamos nossa rota e temos nossa meta, comprar um carro Motorhome para duas pessoas, viver com menos, morar no carro, ir de Ushuaia até os EUA e voltar. Agora, vamos ver o que Deus nos reserva.
Esse sou eu, apaixonado por Jesus (pois sem Ele eu não seria nada), com um pouco de coragem, com uma pessoa que eu amo e me ama ao meu lado, decidi descobrir e vencer. Ela me incentiva e eu a incentivo. Não somos as mesmas pessoas que há 23 anos disseram 'sim', um ao outro! Somos novas pessoas que se conhecem, se respeitam e sabem perdoar.  O que para uns não é possível, para outros é. E eu vou descobrir muito mais ainda!
Embarque conosco nessa viagem...
 

Jane Ribeiro                                           

Sou Jane Meri Nolasco Ribeiro, tenho 43 anos. Sou a mais velha de três irmãs que enfrentamos e superamos uma infância difícil, começando a trabalhar cedo. Eu comecei aos 16 anos. Sou graduada em Administração, e Processos Gerenciais.
Ainda com esta idade,  tive um encontro com Jesus! Uma experiência única que mudou a minha vida. Comecei a frequentar uma igreja: a  Pib Blumenau, e logo comecei a cantar e a ministrar na Igreja, dividindo meu tempo entre a música e servir e cuidar das pessoas.
Aos 18 anos comecei a trabalhar com informática e em alguns meses estava viajando pelo Brasil. Vivi neste rítmo por 10 anos.
Aos 19 anos, após retornar de uma viagem de mais de 3 meses, conheci o Toninho em um culto e nos casamos um ano e meio depois. Ele sempre foi um músico apaixonado e passamos a servir juntos a Deus na área da música.
Tomada pelo desejo de estar mais tempo em casa e menos em hotéis, em 1998 decidi trabalhar em outra área. Deixei então as viagens e a vida de analista de sistemas e, como trabalhava com sistemas financeiros, comecei a trabalhar na área financeira.
Foi a partir de 2006 que eu e o Toninho, em virtude de uma melhora na situação financeira e algumas mudanças em nosso ritmo de vida, começamos a viajar juntos sempre que podíamos (viagens de finais de semanas). Mas foi só a partir de dezembro de 2010 que começamos a viajar de carro, acampar, todos os anos nas férias.
Perdi meus pais em 2011 e esta experiência marcou e mudou profundamente minha vida! Faleceram muito jovens e sem viver muitos sonhos. (saiba mais em Dedicatória).Comecei a desejar uma mudança e uma vida mais simples e rica ao mesmo tempo!
Em março de 2013, buscando algo diferente, aceitamos o convite para trabalhar em Curitiba. Deixamos então nossa vida estável em Blumenau e nos aventuramos a começar tudo de novo. E essa experiência me permitiu iniciar o processo de preparação para esta viagem que, com certeza, irá exigir um nível maior ainda de renúncia!
Aqui estou, 10 meses após esta mudança radical, me preparando para a próxima.
Sou grata a Deus por cada etapa e por me inspirar a sonhar e a não desistir dos sonhos! 
"Estou certa de que a bondade e misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida. E habitarei na casa do Senhor para todo o sempre"". Sl. 23:6