Argentina - Trajeto VIII - El Chaltén a El Calafate - 31/01 - 04/02

03/02/2016 13:07
Trajeto VIII :  El Chaltén - El Calafate - Fronteira Rio Dom Guillermo
 

Veja as fotos em Galeria de Fotos

 

31/01 - El Calafate

O trajeto para El Calafate foi tranquilo, margeando o Lago Viedma e depois o Lago Argentino. Um visual incrível com as geleiras ao fundo! 

Com diversas paradas para fotos, almoço e descanso, chegamos a El Calafate, final de tarde e fomos direto a Oficina de Turismo. O Toninho pegou informações e já estávamos saindo quando chegou o pessoal da Família pelo Mundo! O Josemar e a Adriana, com dois filhos pequenos que viajam o mundo em uma van feita por ele. 

Muito simpáticos, e agradáveis! Conversamos e juntos procuramos um local para acamparmos.

Saímos em direção ao Glaciar Perito Moreno e um pouco antes da entrada do Parque Nacional Los Glaciares, numa estrada de ripio margeando o Lago Roca ,  estacionamos no gramado. Alí montamos acampamento! Bem em frente ao lago com um lindo o visual dos glaciares ao fundo! 

Juntos fizemos uma refeição e ficamos até tarde compartilhando histórias experiências! Um prazer conhecer esta família de Brusque que nos inspirou por sua ousadia e ouvir sobre suas histórias e aventuras!!!

 

01/02 - El Calafate - O impressionante Glaciar Perito Moreno

Fomos ao Parque Nacional Los Glaciares com uma expectativa imensa do que nos aguardava.

Nós pagamos $200 pesos cada um, e seguimos pelos mais de vinte quilômetros até a primeira vista do Glaciar. Nós estávamos curiosos e ansiosos. E, realmente, nos tira o fôlego! Isso que estávamos ainda há uns sete quilômetros de distância!

Seguimos até o ponto final onde saem micro ônibus para fazer as trilhas e os passeios de barco.

Pegamos um micro-ônibus, escolhemos um dos senderos, dos tantos disponíveis e descemos. Quando nos deparamos com o glaciar, não sabíamos se continuávamos a caminhar ou se ficávamos ali imóveis escutando os seus sons indescritíveis! Como se emanasse uma energia e fosse se dissipando para as extremidades, culminando em erosões, grandes e pequenas em todos os lados. Isso ocorreu todo o tempo que ficamos por ali! Quando chegamos o lado do Canal Tempanos estava limpo e ao final da tarde já estava tomado destes tempanos, imensos blocos de gelo de um azul indefinível! 

Glaciar Perito Moreno, está no Parque Nacional Los Glaciares e tem duzentos e cinquenta e dois quilômetros quadrados de área! Com quatorze quilômetros de extensão, possui cinco quilômetros de largura, no lado norte e um quilômetro e oitocentos metros do lado sul, com sessenta metros de altura! 

Os tons de azul são inúmeros e indescritíveis, bem como os sons hora crescentes, hora secos e assustadores nos passa a sensação de que está vivo e se move, se transforma, todo o tempo...Um espetáculo surpreendente e ao mesmo tempo triste...Não sabemos como era antes, mas vimos as fotos de alguns anos e nos pareceu que ele derrete com uma velocidade absurda!

Depois de correr de um lado para o outro das passarelas, como baratas tontas, nos rendemos a ele e sentamos somente para ficar ali, ouvindo, contemplando, encantados, sem palavras... A perfeição da criação, sem dúvidas, aponta para o Supremo Criador! Como não adora-lO?

Saímos do parque perto da hora de fechar, frustrados por não poder ficarmos por ali acampados.

Fomos ao centro, margeando o Lago Argentino, por toda a costaneira, muito ampla e organizada. Contemplando os flamingos, cisnes e os patos selvagens e tantos outros pássaros que vivem no lago!

Fomos ao mercado, La Anônima,  onde reencontramos nossos amigos do Família pelo mundo, e encontramos um ciclista que vimos em El Chaltén. 

Frederic Barnet, um senhor de setenta anos, que viaja há quatro anos de bicicleta pelo mundo e estava com uma placa pedindo ajudar pois perdeu seus documentos e cartão do banco, e devido o sinal ruim não conseguia contato com sua esposa para lhe mandar dinheiro! Conversamos um pouco e lhe ajudamos como podíamos.

Passamos a noite no Posto Ypf, onde nos cederam energia.

 

02/02 - Encontro para compartilhar sonhos...

À tarde descobrimos que nossos amigos Mauro e Rosiane, de Curitiba e Edgar, Adriana e o João de Blumenau, estavam aqui!

Fomos ao encontro deles e tomamos um café juntos! A conversa rolou até tarde! Pessoas preciosas realizando seus sonhos, compartilhando sonhos e momentos inesquecíveis! Como o desejo do Edgar de mostrar ao João como é a Patagônia!

Ouviu o Mauro contar de suas aventuras pelo mundo é uma riqueza á parte! Ele nos deu diversas dicas antes de sairmos do Brasil, e é muito bom encontrá-los por aqui!

 

03/02- Descansamos, passeamos pela cidade, andamos pela costaneira, conhecemos a Lagoa Nimez, ao lado do Lago Argentino e resolvemos andar e conhecer o centro!

Uma cidade cheia de turistas, muitas lojas de artesanatos, muitos cafés, bares e restaurantes! Caminhamos por todo o centro duas vezes, tomamos um sorvete. Destaque para o sabor El Calafate, um fruto daqui que fazem sorvetes e doces.

À noite  saímos para, pela primeira vez na viagem, jantarmos fora! Uma pizza! Hum!!! Um tempo muito gostoso a dois! 

 

04/02 - Resolvemos seguir para Torres del Paine! Temos um longo trecho de estrada e queremos evitar o vento forte, comum nesta região.  Subimos uma montanha e um mirante podíamos ver tanto o Fitz Roy como toda a cordilheira! Uma visão linda! Na fronteira da Argentina, os tramites foram rápidos e desorganizados. sem registro algum, o carimbo nos passaportes foi em qualquer página. Na aduana, somente olhara os documentos e mandaram seguir. Deixamos a Argentina, mais uma vez...