Lago Atitlán (Toninho)

18/09/2014 18:26

No nosso segundo dia em Atitlán, eu pequei meu violão e a bíblia e me sentei ao sol e fui ler, louvar, adorar.

Fiquei observando o vai e vem dos barcos que levam e trazem, mercadorias, turistas, e nativos da cidade de San Pedro para Panajachel, alguns pescadores e todo o mover desse lugar, enquanto meditava no Livro de Daniel.

Quando me dei conta a cachorrinha (saiba mais em dia-a-dia) estava dormindo embaixo de minha cadeira, a sombra de minha música e voz. 

Deus ministrou meu coração neste momento por causa do seu cuidado conosco. 

Ele quer que sentemos á Sua sombra, ouçamos a Sua voz, descansemos, e somente isso.

Foi um tempo de quebrantamento e entrega para mim. 

Temos tanto a fazer, seguir, e preciso todos os dias entregar para onde vou, como vou e onde vou ficar.

"Não temas, homem muito amado, paz seja contigo; anima-te, sim, anima-te. E, falando ele comigo, fiquei fortalecido, e disse: Fala, meu senhor, porque me fortaleceste". Dn.10:19.