Livro de Salmos

30/06/2014 20:49

 

Salmo 23 - 30/06/2014

 

No trajeto de Arequipa a Puno, este texto me vinha a mente diversas vezes! 

Vimos inúmeros rebanhos com seus pastores ou pastoras por todo o Parque Nacional!

Eles estavam no campo, a beira da estrada, nas montanhas, á beira de lagos...

Deitadas em verdes pastos, junto ás águas de descanso...

Em situações de tranquilidade ou perigo, sempre estava o Pastor por perto, cuidando...

Assim somos nós. Para ser ovelha é preciso ouvir a voz do Pastor e seguí-la. Cuidar de não se afastar tanto que não se pode ouvi-la!

E o Pastor sempre nos leva para lugares de pastos verdes (alimentos), águas de descanso (refrigério), e sempre com sua vara e cajado, nos proteje e nos salva!

E mesmo que seja necessário, ou por descuido, andemos pelo vale de sombras, com risco de morte, a ovelha não teme, porque sabe e conhece o Pastor que prontamente afugentará o inimigo e nos trará para perto!

E o versículo 6 que para mim é o melhor: a certeza de que a bondade e a fidelidade do Senhor nos cercará todos os dias, nos dando a segurança de habitar em sua casa, ou estar em sua presença,  todos os dias!

Que possamos confiar e caminhar assim, seguros de Seu cuidado e amor, ouvindo Sua voz e seguindo Seus Passos!

 

 

 

Salmo 8 - dia 12/06/2014

 

Este salmo revela a admiração de Davi, por reconhecer  que o nome e a natureza de Deus é maravilhosa, excelente em todos os lugares e em qualquer situação! Ele se revela na sua criação de forma magnífica! Uma glória infinita, que não pode ser compreendida!

Ao contemplarmos o céu, em toda sua plenitude, e ver exposta a majestade de Deus, não há como não questionar por que Deus escolheria o homem, em sua insignificância e pequenez, como alvo especial do Seu amor? E nos entrega ainda o cuidado de toda sua criação!

Precisamos reconhecer que temos falhado, e muito, em cumprir com essa missão de cuidar de tudo o que recebemos! Mas estar com Deus e andar com Ele, deveria restaurar em cada um de nós esse zelo e cuidado com tudo que Ele nos entrega para cuidar e desfrutar!

Contemplar a criação, o firmamento, o sol, lua e estrelas, a beleza das montanhas, mares, desertos, florestas, a graciosidade das aves, peixes, animais, e a complexidade de Sua mais preciosa criação: o homem, precisam gerar em nós um desejo de cuidado e conservação! Isso se chama gratidão! E revela nossa adoração!

" Ó Senhor, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome"(Sl 8:1 e 9).

Salmo 1 - dia 10/06/14

 

Comecei a ler salmos hoje, e o salmo 1 é sempre muito especial e apesar de já ter lido inúmeras vezes, sempre fala comigo de uma forma nova!

Nos primeiros versículos, nos revela o sutil caminho da queda, processual: anda, detém e se assenta! E nos alerta para este perigo! Quando nos permitimos andar buscando conselhos contrários á Palavra, logo, estaremos nos detento neste caminho e então, para sentar-se é só mais um passo!

Isso é interessante, poderíamos pensar que devemos então, andar afastado dos que não conhecem a Deus, ou não tem a Palavra como sua fonte de orientação, mas o texto não diz isso! Principalmente porque Jesus andou, se deteve e sentou com inúmeras pessoas que não temiam a Deus e nem O conheciam! 

E esta atitude, também faria o versículo 3 perder, o sentido: sombra e frutos pra quê e quem? Para si próprio? Não creio pois, de novo, isso entraria em contraste com diversos textos da própria Palavra!

Mas o versículo 2 esclarece isso: feliz o homem que tem a Lei do Senhor como sua conselheira, companheira e fonte de prazer!

Porque isto o faz ser como a árvore, descrita no versiculo 3:

 'É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera!' (Salmos 1:3). Árvore plantada junto a corrente de águas! Tem vida, é estável, tem descanso e alimento, mesmo em meio ao deserto! E atrai todos que tem sede e fome!

Interessante, que no deserto vemos árvores em três situações bem específicas: as que são trazidas de longe com raízes quatro vezes maiores que seu troo, para buscarem água para viver (como uma floresta plantada no caminho para a Laguna Chaxa, próximo a San Pedro de Atacama; as que estão a beira dos escassos riachos que cortam o deserto (considerados oásis no deserto); e as que são plantadas e irrigadas, uma a uma, nos lugares de escassez de água (como em Taltal, Sierra Gorda, Iquique e todas as cidades do norte).

Mas todas tem algo em comum: Precisam de água!

Então, mais uma vez percebemos que a fonte de felicidade está na água!

Jesus, é o Rio de vida que corre de trono de Deus, descrito em Ez.47:1 e Ap. 22:1. Trazendo vida por onde passa!

A árvore, que somos nós, só refletiremos o resultado da busca de nossas raízes! Que são nossos princípios, ou onde estamos firmados! Onde buscamos, quais são nossas fontes?

Que nossas raízes estejam sempre bem firmadas na terra fértil da Palavra e se estendam para as correntes de águas! Isso nos fará dar frutos  no tempo certo, ter folhas verdes, e bom êxito sempre!

Eis a receita para sermos felizes!

'É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera!' (Salmos 1:3).

Deus abençoe seu dia!